Servidores de Administração virtual

5 de abril de 2024

ID 92246

Com base em um Servidor de Administração físico, múltiplos Servidores de Administração virtuais podem ser criados, que serão semelhantes a Servidores de Administração secundários. Em comparação com o modelo de acesso discricionário, que tem base em listas de controle de acesso (ACLs), o modelo de Servidor de Administração virtual é mais funcional e fornece um maior grau de isolamento. Além de uma estrutura dedicada de grupos de administração para dispositivos atribuídos com políticas e tarefas, cada Servidor de Administração virtual apresenta seu próprio grupo de dispositivos não atribuídos, conjuntos próprios de relatórios, dispositivos e eventos selecionados, pacotes de instalação, regras de movimentação etc. O escopo funcional dos Servidores de Administração virtuais pode ser usado tanto por provedores de serviços (xSP) para maximizar o isolamento de clientes quanto por organizações de grande porte com fluxos de trabalho sofisticados e vários administradores.

Os Servidores de Administração virtuais são muito semelhantes aos Servidores de Administração secundários, mas com as seguintes distinções:

  • Em um Servidor de Administração virtual falta a maior parte das configurações globais e as suas próprias portas TCP.
  • Um Servidor de Administração virtual não tem Servidores de Administração secundários.
  • Um Servidor de Administração virtual não tem outros Servidores de Administração virtuais.
  • Um Servidor de Administração físico exibe dispositivos, grupos, eventos e objetos em dispositivos gerenciados (itens em Quarentena, registro de aplicativos e etc.) de todos os seus Servidores de Administração virtuais.
  • Um Servidor de Administração virtual somente pode verificar a rede com pontos de distribuição conectados.

Este artigo foi útil?
O que podemos melhorar?
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.