Identificação automática do dispositivo

5 de abril de 2024

ID 147191

Você pode criar e editar as regras de identificação automática na janela Propriedades do Servidor de Administração.

Para identificar dispositivos automaticamente:

  1. No árvore do console, selecione o nó com o nome do Servidor de Administração para o qual você tem de especificar regras de identificação.
  2. No menu de contexto do Servidor de Administração, selecione Propriedades.
  3. Na janela de propriedades do Servidor de Administração, selecione a seção Regras de aplicação de tags.
  4. Na seção Regras de aplicação de tags, clique no botão Adicionar.

    A janela Nova regra se abre.

  5. Na janela Nova regra, configure as propriedades gerais da regra:
    • Especifique o nome da regra.

      O nome de regra não pode conter mais de 255 caracteres e não pode incluir nenhum caractere especial (tal como "*<>?\:|).

    • Ative ou desative a regra usando a caixa de seleção Ativar regra.

      Por padrão, esta caixa de seleção Ativar regra está selecionada.

    • No campo Tag, insira um nome de tag.

      O nome da tag não pode conter mais de 255 caracteres e não pode incluir nenhum caractere especial (tal como "*<>?\:|).

  6. Na seção Condições, clique no botão Adicionar para adicionar uma nova condição, ou clique no botão Propriedades para editar uma condição existente.

    A janela do Assistente de nova condição de regra e identificação automática se abre.

  7. Na janela Condição de atribuição da tag, selecione as caixas de seleção para as condições que devem afetar a identificação. Você pode selecionar múltiplas condições.
  8. Dependendo de quais condições de identificação você selecionou, o assistente exibe as janelas para a configuração das condições correspondentes. Defina o acionamento da regra de acordo com as seguintes condições:
    • Uso ou associação do dispositivo com uma rede específica – Propriedades da rede do dispositivo, tal como um nome de dispositivo na rede Windows, e a inclusão do dispositivo em um domínio ou em uma sub-rede IP.

      Caso o agrupamento com distinção entre maiúsculas e minúsculas seja definido para o banco de dados usado para o Kaspersky Security Center, mantenha maiúsculas e minúsculas ao especificar um nome DNS de dispositivo. Caso contrário, a regra de marcação automática não funcionará.

    • Uso do Active Directory – Presença do dispositivo em uma unidade organizacional do Active Directory e a associação do dispositivo em um grupo do Active Directory.
    • Aplicativos específicos – Presença do Agente de Rede no dispositivo, tipo de sistema operacional, versão e arquitetura.
    • Máquinas virtuais – Inclusão do dispositivo em um tipo específico de máquinas virtuais.
    • Aplicativo do registro de aplicativos instalado – Presença de aplicativos de diferentes fornecedores no dispositivo.
  9. Após a configuração da condição, insira um nome para ela, e então feche o assistente.

    Se necessário, você pode definir múltiplas condições para única regra. Neste caso, a tag será atribuída um dispositivo se atender ao menos uma condição. As condições adicionadas serão exibidas na janela de propriedades da regra.

  10. Clique em OK na janela Nova regra e clique em OK na janela de propriedades do Servidor de Administração.

As regras recentemente criadas têm o cumprimento exigido nos dispositivos gerenciados pelo Servidor de Administração selecionado. Se as configurações de um dispositivo atenderem as condições da regra, ao dispositivo é atribuído à tag.

Este artigo foi útil?
O que podemos melhorar?
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.