Kaspersky Security Center

Configurar o acesso à KSN

27 de junho de 2024

ID 213008

Você pode configurar o acesso ao Kaspersky Security Network (KSN) no Servidor de Administração e em um ponto de distribuição.

Para configurar o acesso do Servidor de Administração à KSN:

  1. No menu principal, clique no ícone de configurações () ao lado do nome do Servidor de Administração necessário.

    A janela Propriedades do Servidor de Administração é aberta.

  2. Na guia Geral, selecione a seção Configurações de Proxy da KSN.
  3. Alterne o botão para a posição Ativar Proxy da KSN no Servidor de Administração Ativado.

    Os dados são enviados dos dispositivos cliente para a KSN de acordo com a política do Kaspersky Endpoint Security que estiver ativa naqueles dispositivos cliente. Caso essa caixa de seleção esteja desmarcada, nenhum dado será enviado à KSN do Servidor de Administração e de dispositivos clientes pelo Kaspersky Security Center Linux. No entanto, os dispositivos cliente podem enviar dados para a KSN diretamente (evitando o Kaspersky Security Center Linux), de acordo com suas respectivas configurações. A política do Kaspersky Endpoint Security, ativa nos dispositivos cliente, determina quais dados serão enviados diretamente (evitando o Kaspersky Security Center Linux) pelos dispositivos para a KSN.

  4. Alterne o botão para a posição Usar a Kaspersky Security Network Ativado.

    Se essa opção estiver ativada, os dispositivos cliente enviarão os resultados da instalação de patches para a Kaspersky. Ao ativar esta opção, certifique-se de ler e aceitar os termos da Declaração da KSN.

    Caso esteja usando a KPSN, alterne o botão para a posição Usar a Kaspersky Private Security Network Ativado e clique no botão Selecionar arquivo com config. de proxy da KSN para baixar as configurações da KPSN (arquivos com as extensões pkcs7 e pem). Após as configurações serem baixadas, a interface exibe o nome do provedor e os contatos, assim como a data de criação do arquivo com as configurações da KPSN.

    Ao alternar o botão para a posição Usar a Kaspersky Private Security Network Ativado, uma mensagem será exibida com os detalhes sobre a KPSN.

    Os seguintes aplicativos da Kaspersky são compatíveis com a KPSN:

    • Kaspersky Security Center Linux
    • Kaspersky Endpoint Security for Linux
    • Kaspersky Endpoint Security for Windows

    Caso a opção KPSN seja ativada no Kaspersky Security Center Linux, esses aplicativos receberão as informações sobre a compatibilidade com a KPSN. Na janela de configurações do aplicativo, na subseção Kaspersky Security Network da seção Advanced Threat Protection, as informações sobre o provedor da KSN selecionado são exibidas: KSN ou KPSN.

    O Kaspersky Security Center Linux não enviará dados estatísticos para a Kaspersky Security Network caso a KPSN esteja configurada na seção Configurações de Proxy da KSN da janela de propriedades do Servidor de Administração.

  5. Se você tiver as configurações do servidor proxy configuradas nas propriedades do Servidor de Administração, mas sua arquitetura de rede exigir que você use a KPSN diretamente, ative a opção Ignorar as configurações do servidor proxy ao conectar com a KPSN. Caso contrário, as solicitações dos aplicativos gerenciados não chegarão à KPSN.
  6. Configure a conexão do Servidor de Administração ao serviço de proxy da KSN:
    • Em Configurações de conexão, para a Porta TCP, especifique o número da porta TCP que será usada para se conectar ao Servidor proxy da KSN. A porta padrão para conectar-se ao servidor proxy da KSN é 13111.
    • Se desejar que o Servidor de Administração seja conectado ao servidor proxy da KSN por meio de uma porta UDP, ative a opção Usar porta UDP e especifique um número de porta para Porta UDP. Por padrão, esta opção está desativada e a porta TCP é usada. Se essa opção estiver ativada, a porta UDP padrão para se conectar ao servidor proxy da KSN será 15111.
  7. Alterne o botão para a posição Conectar os Servidores de Administração secundários na KSN pelo Servidor de Administração principal Ativado.

    Se esta opção estiver ativada, Servidores de Administração secundários usam o Servidor de Administração principal como servidor proxy KSN. Se esta opção estiver desativada, os Servidores de Administração secundários conectam-se à KSN por conta própria. Neste caso, os dispositivos gerenciados usam Servidores de Administração secundários como servidores proxy KSN.

    Os Servidores de Administração secundários usam o Servidor de Administração principal como servidor proxy se, no painel direito da seção Configurações de Proxy da KSN nas propriedades do Servidores de Administração secundários, o botão estiver alternado para a posição Ativar Proxy da KSN no Servidor de Administração Ativado.

  8. Clique no botão Salvar.

As configurações de acesso à KSN serão salvas.

Você também pode configurar o acesso ao ponto de distribuição à KSN, por exemplo, se quiser reduzir a carga no Servidor de Administração. O ponto de distribuição que atua como um servidor proxy da KSN envia solicitações da KSN de dispositivos gerenciados para a Kaspersky diretamente, sem usar o Servidor de Administração.

Para configurar o acesso dos pontos de distribuição ao Kaspersky Security Network (KSN):

  1. Certifique-se de que o ponto de distribuição seja atribuído manualmente.
  2. No menu principal, clique no ícone de configurações () ao lado do nome do Servidor de Administração necessário.

    A janela Propriedades do Servidor de Administração é aberta.

  3. Na guia Geral, selecione a seção Pontos de distribuição.
  4. Clique no nome do ponto de distribuição para abrir a janela de propriedades da tarefa.
  5. Na janela de propriedades do ponto de distribuição, na seção Proxy da KSN, ative a opção Ativar proxy da KSN no lado do ponto de distribuição e, em seguida, ative a opção Acessar a KSN Cloud/KPSN diretamente pela Internet.
  6. Clique em OK.

O ponto de distribuição atuará como um servidor proxy da KSN.

Observe que o ponto de distribuição não é compatível com a autenticação do dispositivo gerenciado com o uso do protocolo NTLM.

Este artigo foi útil?
O que podemos melhorar?
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.