Esquema de implementação típico para MSPs

9 de abril de 2024

ID 220042

Esta seção fornece uma descrição do esquema de implementação normalmente usado por MSPs para gerenciar vários locatários. O esquema é baseado no gerenciamento por meio de Servidores de Administração virtuais criados individualmente para cada tenant.

Nesse esquema, um Servidor de Administração virtual é criado para cada locação. Em uma rede de locação, um dispositivo gerenciado atua como um ponto de distribuição. Este dispositivo recebe atualizações dos servidores de atualização da Kaspersky e as distribui para outros dispositivos gerenciados.

Esquema de implementação típico para MSPs

O esquema compreende os seguintes componentes principais:

  • Kaspersky Security Center Cloud Console. Fornece uma interface de usuário para os serviços de administração do seu espaço de trabalho. Você usa o Kaspersky Security Center Cloud Console para implementar, gerenciar e manter o sistema de proteção de uma rede corporativa do cliente.
  • Servidores de atualização Kaspersky. Servidores HTTP(S) na Kaspersky a partir dos quais os aplicativos da Kaspersky baixam atualizações dos bancos de dados e módulos do aplicativo.
  • Servidores de Administração virtual. Um administrador MSP normalmente cria um Servidor de Administração virtual para cada tenant para implementar, gerenciar e manter o sistema de proteção da rede da organização cliente correspondente.
  • Locatários. Organizações dos clientes cujos dispositivos devem ser protegidos.
  • Dispositivos gerenciados. Dispositivos da empresa cliente protegidos usando o Kaspersky Security Center Cloud Console. Cada dispositivo que precisa ser protegido deve ter o Agente de Rede e um dos aplicativos de segurança Kaspersky instalados.
  • Dispositivo gerenciado funcionando como um ponto de distribuição. Um computador que tenha o Agente de Rede instalado e que é usado para a distribuição de atualizações, sondagem de rede, instalação remota de aplicativos, obtenção de informações sobre os computadores em um grupo de administração e/ou domínio de difusão. O administrador seleciona os dispositivos apropriados e atribui a eles pontos de distribuição manualmente.

Consulte também:

Cenário: Implementação de proteção (gerenciamento de locatários usando Servidores de Administração virtuais)

Este artigo foi útil?
O que podemos melhorar?
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.