Comparação entre o Kaspersky Security Center e o Kaspersky Security Center Cloud Console

9 de abril de 2024

ID 187522

É possível usar o Kaspersky Security Center das seguintes maneiras:

  • Como uma solução em nuvem

    O Kaspersky Security Center é instalado para você no ambiente em nuvem e a Kaspersky fornece acesso ao Servidor de Administração como um serviço. Você gerencia o sistema de segurança da rede através do Console de Administração baseado na nuvem chamado Kaspersky Security Center Cloud Console. Esse console tem uma interface semelhante à interface do Kaspersky Security Center Web Console.

  • Como uma solução local (baseada em Windows ou Linux)

    Você instala o Kaspersky Security Center em um dispositivo local e gerencia o sistema de segurança de rede usando o Console de Administração baseado no Console de Gerenciamento Microsoft ou no Kaspersky Security Center Web Console.

    Além do aplicativo baseado no Windows, o Kaspersky Security Center Linux também está disponível. O Kaspersky Security Center Linux foi projetado para implementar e gerenciar a proteção de dispositivos Linux usando o Servidor de Administração baseado em Linux para atender aos requisitos de ambientes exclusivamente Linux. O Kaspersky Security Center e o Kaspersky Security Center Linux baseados em Windows possuem diferentes conjuntos de recursos.

A tabela abaixo permite comparar os principais recursos do Kaspersky Security Center e do Kaspersky Security Center Cloud Console.

Comparação dos recursos do Kaspersky Security Center executado no local com os recursos de uma solução na nuvem

 

Recurso ou propriedade

Kaspersky Security Center 14 em execução no local

Kaspersky Security Center Cloud Console

Localização do Servidor de Administração

No local

Nuvem

Localização do sistema de gerenciamento de banco de dados (DBMS)

No local

Nuvem

Console de administração baseado na Web

Sim.

Sim.

Manutenção do Servidor de Administração e do DBMS

Gerenciado pelo cliente

Gerenciado pela Kaspersky

Hierarquia de Servidores de Administração

Sim.

Sim.

(O servidor de administração do Kaspersky Security Center Cloud Console pode atuar apenas como um Servidor de administração principal na hierarquia e pode ser usado apenas para o monitoramento de políticas e tarefas)

Hierarquia do grupo de administração

Sim.

Sim.

Migração dos dispositivos gerenciados e objetos relacionados do Kaspersky Security Center no local para o Kaspersky Security Center Cloud Console

Sim.

Sim.

Sondagem da rede

Sim.

Sim.

(apenas por pontos de distribuição)

Número máximo de dispositivos gerenciados

100.000

25.000

Proteção de dispositivos gerenciados Windows, Linux e macOS

Sim.

Sim.

Proteção de dispositivos móveis

Sim.

Sim.

(somente o Kaspersky Endpoint Security for Android e o Kaspersky Security for iOS são compatíveis)

Proteção da infraestrutura de nuvem pública

Sim.

Sim.

Gerenciamento de segurança centrada no dispositivo

Sim.

Sim.

Políticas do aplicativo

Sim.

Sim.

Tarefas para aplicativos da Kaspersky

Sim.

Sim.

Kaspersky Security Network

Sim.

Sim.

Servidor Proxy da KSN

Sim.

Sim.

(apenas em pontos de distribuição)

Kaspersky Private Security Network

Sim.

Não.

Implementação centralizada de chaves de licença para aplicativos da Kaspersky

Sim.

Sim.

Mudar os dispositivos gerenciados para outro Servidor de administração

Sim.

Não.

(é necessário reinstalar os Agentes de rede nos dispositivos gerenciados para mudá-los para outro Servidor de administração)

Suporte para Servidores de administração virtuais

Sim.

Sim.

Instalar atualizações de softwares de terceiros e corrigir vulnerabilidades de softwares de terceiros

Sim.

Sim.

(para corrigir vulnerabilidades de software de terceiros, apenas as correções recomendadas podem ser instaladas)

Notificações sobre eventos ocorridos em dispositivos gerenciados

Sim.

Sim.

Criação e gerenciamento de contas de usuário

Sim.

Sim.

Número máximo de eventos no banco de dados

400.000

(pode ser aumentado até 45.000.000)

400.000

(depende do número de dispositivos gerenciados)

Integração com sistemas SIEM

Sim.

Sim.

(usando apenas o formato Syslog e o protocolo TLS sobre TCP)

Usar Servidor de Administração como servidor WSUS

Sim.

Não.

Monitoramento dos status de políticas e tarefas

Sim.

Sim.

Suporte a clusters e matrizes de servidores em grupos de administração

Sim.

(apenas no Console de Administração baseado em MMC)

Não.

Instalação remota de sistemas operacionais

Sim.

Não.

Suporte para SNMP

Sim.

Não.

Número máximo de Servidores virtuais

500

200

Consulte também:

Licenças e quantidade mínima de dispositivos para cada licença

Este artigo foi útil?
O que podemos melhorar?
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.