Sincronização com a nuvem: configuração da regra móvel

9 de abril de 2024

ID 199139

Expandir tudo | Recolher tudo

Durante a operação do assistente de configuração de ambiente em nuvem, a regra Sincronizar com a nuvem é criada automaticamente. Esta regra permite migrar automaticamente os dispositivos detectados em cada sondagem, do grupo Dispositivos não atribuídos para o grupo Dispositivos gerenciados\Nuvem para tornar estes dispositivos disponíveis para o gerenciamento centralizado. Por padrão, a regra está ativa após ter sido criada. Você pode desativar, modificar ou forçar a regra a qualquer momento.

Para editar as propriedades da regra de Sincronizar com a nuvem e/ou forçar a regra:

  1. No menu principal, acesse Descoberta e implementação → Implementação e atribuiçãoRegras de migração.

    Uma lista de regras de movimentação é aberta.

  2. Na lista de regras de movimentação, selecione Sincronizar com a nuvem.

    A janela Propriedades da regra é aberta.

  3. Se necessário, especifique as seguintes configurações na guia Condições da regra, na guia Segmentos da nuvem:
    • O dispositivo está no segmento da nuvem
    • Incluir objetos secundários
    • Migrar dispositivos de objetos aninhados para os subgrupos correspondentes
    • Criar subgrupos que correspondem a contêineres de dispositivos detectados recentemente
    • Excluir subgrupos sem correspondências encontradas nos segmentos da nuvem

    Caso tenha ativado a opção Sincronizar grupos de administração com estrutura de nuvem ao usar o assistente de configuração de ambiente em nuvem, a regra Sincronizar com a nuvem é criada com as opções ativadas Criar subgrupos que correspondem a contêineres de dispositivos detectados recentemente e Excluir subgrupos sem correspondências encontradas nos segmentos da nuvem.

    Se você não ativou a opção Sincronizar grupos de administração com estrutura de nuvem, a regra Sincronizar com a nuvem é criada com essas opções desativadas (desmarcadas). Se o seu trabalho com o Kaspersky Security Center Cloud Console precisar que a estrutura de subgrupos no subgrupo Dispositivos gerenciados\Nuvem coincida com a estrutura dos segmentos da nuvem, ative as opções Criar subgrupos que correspondem a contêineres de dispositivos detectados recentemente e Excluir subgrupos sem correspondências encontradas nos segmentos da nuvem nas propriedades da regra e, a seguir, force a regra.

  4. Na lista suspensa Dispositivo detectado usando a API, selecione um dos seguintes valores:
    • Não. O dispositivo não pode ser detectado usando a API do AWS, Azure ou Google, ou seja, está fora do ambiente de nuvem ou está no ambiente de nuvem mas não pode ser detectado usando uma API por algum motivo.
    • AWS. O dispositivo é detectado usando a AWS API, ou seja, o dispositivo está definitivamente no ambiente em nuvem do AWS.
    • Azure. O dispositivo é detectado usando a Azure API, ou seja, o dispositivo está definitivamente no ambiente em nuvem do Azure.
    • Google Cloud. O dispositivo é detectado usando a Google API, ou seja, o dispositivo está definitivamente no ambiente de nuvem do Google.
    • Nenhum valor. Este critério não pode ser aplicado.
  5. Se necessário, defina outras propriedades da regra nas outras seções.

A regra de movimentação é configurada.

Consulte também:

Etapa 4. Sondagem de segmentos e configuração de sincronização com a nuvem

Este artigo foi útil?
O que podemos melhorar?
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.