Cenário: migração sem uma hierarquia de Servidores de Administração

9 de abril de 2024

ID 186772

Esta seção descreve a migração dos dispositivos gerenciados e objetos relacionados (como políticas, tarefas e relatórios) do Kaspersky Security Center Web Console em execução no local para o Kaspersky Security Center Cloud Console. É possível incluir um único grupo de administração no escopo da migração para restaurar o mesmo grupo de administração no Kaspersky Security Center Cloud Console.

Este grupo deve conter os dispositivos gerenciados de um único sistema operacional. Caso sua rede inclua dispositivos de diferentes sistemas operacionais ou distribuidores Linux, aloque-os em grupos de administração diferentes e, em seguida, migre cada grupo separadamente.

Após a conclusão da migração, todos os Agentes de Rede no escopo da migração são atualizados e gerenciados pelo Kaspersky Security Center Cloud Console.

As etapas listadas nesta seção abordam o processo de migração executado quando não existe uma hierarquia de Servidores de Administração, ou seja, nenhuma conexão foi estabelecida entre o Kaspersky Security Center Cloud Console e o Kaspersky Security Center Web Console executado localmente.

Pré-requisitos

Antes de começar, faça o seguinte:

  • Atualizar o Servidor de Administração em execução no local para a seguinte versão:
    • Para dispositivos Windows – versão 12 ou posterior
    • Para dispositivos Linux – versão 12 Patch A ou posterior
  • Instale o Kaspersky Security Center Web Console da versão 12.1 ou posterior.
  • Atualize o Agente de Rede nos dispositivos gerenciados para a versão 12 ou posterior.
  • Em dispositivos Windows, utilize o Agente de Rede sem uma senha de desinstalação.

    Caso a senha já tenha sido definida, execute um dos seguintes procedimentos no Kaspersky Security Center Web Console:

    • Desative a opção Usar senha de desinstalação nas configurações de política do Agente de rede.
    • Desinstale o Agente de Rede remotamente utilizando a tarefa Desinstalar aplicativo remotamente. No campo Aplicativo a ser desinstalado da tarefa, selecione o Agente de Rede do Kaspersky Security Center. Não se esqueça de inserir a senha de desinstalação.
  • Atualize os aplicativos gerenciados para as versões compatíveis com o Kaspersky Security Center Cloud Console.
  • Certifique-se de ter políticas para as versões mais recentes dos aplicativos gerenciados. Caso as políticas desatualizadas sejam utilizadas, crie novas políticas para as versões de aplicativos compatíveis com o Kaspersky Security Center Cloud Console.
  • Para utilizar as políticas atuais, atualize os plug-ins da web para os aplicativos que pretende gerenciar por meio do Kaspersky Security Center Cloud Console.
  • Desinstale os aplicativos da Kaspersky dos dispositivos gerenciados caso os aplicativos não sejam compatíveis com o Kaspersky Security Center Cloud Console e, em seguida, substitua os aplicativos desinstalados por outros compatíveis.
  • Descriptografe todos os dados (no nível do disco ou do arquivo) que foram criptografados pelo Kaspersky Endpoint Security for Windows em dispositivos gerenciados executando o sistema operacional Windows e desative o recurso de criptografia nos dispositivos gerenciados por meio da política do aplicativo ou localmente. Para obter mais informações, consulte a Ajuda do Kaspersky Endpoint Security for Windows.

    Caso o dispositivo Windows ainda armazene quaisquer arquivos ou pastas criptografados pelo Kaspersky Endpoint Security for Windows, a atualização do Agente de Rede será cancelada durante o processo de migração. Uma notificação solicitará que você decifre todos os dados no dispositivo e desative o recurso de criptografia.

O Kaspersky Security Center Cloud Console permite no máximo 25.000 dispositivos gerenciados por Servidor de Administração.

Estágios da migração

A migração para o Kaspersky Security Center Cloud Console inclui as seguintes etapas:

  1. Planejando o escopo da migração e verificando os prerrequisitos

    Estime o escopo do processo de migração, ou seja, analise o grupo de administração a ser exportado e avalie o número de dispositivos gerenciados nele. Além disso, verifique se todas as atividades listadas como prerrequisitos de migração foram concluídas com sucesso.

  2. Exportando dispositivos, objetos e configurações gerenciados do Kaspersky Security Center Web Console

    Use o Assistente de Migração do Kaspersky Security Center Web Console executado no local para exportar os dispositivos gerenciados juntamente com seus objetos.

    O tamanho máximo do arquivo de exportação é de 4 GB.

  3. Importando o arquivo de exportação para o Kaspersky Security Center Cloud Console

    Transfira as informações sobre os dispositivos e objetos gerenciados para o Kaspersky Security Center Cloud Console. Para isso, use o Assistente de Migração do Kaspersky Security Center Cloud Console para importar o arquivo de exportação e criar um pacote de instalação independente do Agente de Rede.

  4. Reinstalando o Agente de Rede em dispositivos gerenciados

    Volte ao Assistente de Migração no Kaspersky Security Center Web Console em execução no local para criar uma tarefa de instalação remota. Será possível usar essa tarefa (imediatamente ou posteriormente) para reinstalar o Agente de Rede em seus dispositivos gerenciados e concluir o processo de migração.

Resultados

Ao concluir a migração, você pode conferir se ela deu certo:

  • O Agente de Rede é reinstalado em todos os dispositivos gerenciados.
  • Todos os dispositivos são gerenciados pelo Kaspersky Security Center Cloud Console.
  • Todas as configurações de objeto em vigor antes da migração serão preservadas.

Consulte também:

Métodos de migração para o Kaspersky Security Center Cloud Console

Assistente de migração

Migração com uma hierarquia de Servidores de Administração

Cenário: Migração de dispositivos executando sistemas operacionais Linux ou macOS

Cenário: migração reversa do Kaspersky Security Center Cloud Console para o Kaspersky Security Center

Este artigo foi útil?
O que podemos melhorar?
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.