Sobre as tarefas

9 de abril de 2024

ID 165846

O Kaspersky Security Center Cloud Console gerencia os aplicativos de segurança Kaspersky instalados nos dispositivos cliente criando e executando tarefas. As tarefas são necessárias para a instalação, inicialização e interrupção de aplicativos, verificação de arquivos, atualização de bancos de dados e módulos de software e para a realização de outras ações em aplicativos. As tarefas podem ser realizadas no Servidor de Administração e em dispositivos.

Os seguintes tipos de tarefas são executados nos dispositivos:

  • Tarefas locais – Tarefas que são executadas em um dispositivo específico

    As tarefas locais podem ser modificadas pelo administrador, usando as ferramentas de administração, ou pelo usuário de um dispositivo remoto (por exemplo, através da interface do aplicativo de segurança). Se uma tarefa local tiver sido modificada simultaneamente pelo administrador e pelo usuário de um dispositivo gerenciado, as modificações feitas pelo administrador entrarão em vigor porque elas têm uma maior prioridade.

  • Tarefas de grupo – Tarefas que são executadas em todos os dispositivos de um grupo específico

    Salvo de especificado de outra maneira nas propriedades de tarefa, uma tarefa de grupo também afeta todos os subgrupos do grupo selecionado.

  • Tarefas globais – Tarefas que são realizadas em um conjunto de dispositivos, independentemente se os mesmos estão incluídos em qualquer grupo

Para cada aplicativo, você pode criar diversas tarefas de grupo, tarefas globais ou tarefas locais.

Você pode efetuar alterações nas configurações de tarefas, exibir o andamento das tarefas, copiar, exportar, importar e excluir tarefas.

Uma tarefa é iniciada em um dispositivo cliente somente se um aplicativo para o qual a tarefa foi criada estiver sendo executado.

Os resultados da execução das tarefas são salvos no log de eventos do SO em cada dispositivo e no banco de dados do Servidor de Administração.

Não inclua dados privados nas configurações da tarefa. Por exemplo, evite especificar a senha do administrador do domínio.

Consulte também:

Tarefas

Cenário: migração sem uma hierarquia de Servidores de Administração

Cenário: Configurar a proteção da rede

Este artigo foi útil?
O que podemos melhorar?
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.