Kaspersky Endpoint Security 12 for Windows

Práticas recomendadas para otimizar o desempenho do Kaspersky Endpoint Security

8 de julho de 2024

ID 222981

Ao implantar o Kaspersky Endpoint Security for Windows, é possível utilizar as seguintes recomendações para configurar a proteção do computador e otimizar o desempenho.

Geral

Defina as configurações gerais do aplicativo de acordo com as seguintes recomendações:

  1. Atualize o Kaspersky Endpoint Security para a versão mais recente.

    As versões mais recentes do aplicativo corrigem erros, têm testabilidade aprimorada e desempenho otimizado.

  2. Ative os componentes de proteção com as configurações padrão.

    As configurações padrão são consideradas ideais. Elas são recomendadas pelos peritos da Kaspersky. As configurações padrão fornecem o nível de proteção recomendado e o uso ideal de recursos. Se necessário, é possível restaurar as configurações padrão do aplicativo.

  3. Ative os recursos de otimização de desempenho do aplicativo.

    O aplicativo possui recursos de otimização de desempenho: modo de conservação de energia e concessão de recursos para outros aplicativos. Certifique-se de que essas opções estejam ativadas.

Verificação de malware em estações de trabalho

A ativação da Verificação em segundo plano é recomendada para a Verificação de malware em estações de trabalho. Verificação em segundo plano é um modo de verificação do Kaspersky Endpoint Security que não exibe notificações ao usuário. A verificação em segundo plano utiliza menos recursos do computador do que outros tipos de verificações (como uma verificação completa). Neste modo, o Kaspersky Endpoint Security verifica os objetos de inicialização, o setor de inicialização, a memória do sistema e a partição do sistema. As configurações de verificação em segundo plano são consideradas ideais. Elas são recomendadas pelos peritos da Kaspersky. Assim, para realizar uma Verificação de malware no computador, é possível utilizar apenas o modo de verificação em segundo plano, sem utilizar outras tarefas de verificação.

Caso a verificação em segundo plano não atenda suas necessidades, configure a tarefa de Verificação de malware de acordo com as seguintes recomendações:

  1. Configure a programação ideal de verificação do computador.

    É possível configurar a tarefa para ser executada quando o computador estiver operando com carga mínima. Por exemplo, é possível configurar a tarefa para ser executada à noite ou nos finais de semana.

    Caso os usuários desliguem os computadores no final do dia, é possível configurar a tarefa de verificação da seguinte maneira:

    • Ative o Wake-on-LAN. O recurso Wake-on-LAN permite ligar o computador remotamente, enviando um sinal especial pela rede local. Para usar este recurso, é preciso habilitar o Wake-on-LAN nas configurações do BIOS. Também é possível desligar o computador automaticamente após o término da verificação.
    • Desative o recurso "Executar tarefas ignoradas" O Kaspersky Endpoint Security não executará as tarefas ignoradas quando o usuário ligar o computador. A execução de tarefas depois que o computador é ligado pode ser inconveniente para o usuário, pois a verificação requer um grande comprometimento de recursos.

    Caso não consiga configurar um cronograma de verificação ideal, defina as tarefas para serem executadas apenas quando o computador estiver ocioso. O Kaspersky Endpoint Security inicia a tarefa de verificação se o computador estiver bloqueado ou se a proteção de tela estiver ativada. Caso interrompa a execução da tarefa, por exemplo, desbloqueando o computador, o Kaspersky Endpoint Security executa a tarefa automaticamente, continuando a partir do ponto em que foi interrompido.

  2. Defina um escopo da verificação.

    Selecione os seguintes objetos para verificar:

    • Memória Kernel;
    • Execução de processos e objetos de inicialização;
    • Setores de inicialização;
    • Unidade do sistema (%systemdrive%).
  3. Ativar as tecnologias iSwift e iChecker.
    • Tecnologia iSwift.

      Esta tecnologia permite aumentar a velocidade de verificação, excluindo determinados arquivos da verificação. Os arquivos são excluídos da verificação usando um algoritmo especial que considera a data de lançamento dos bancos de dados do Kaspersky Endpoint Security, a data da última verificação do arquivo e qualquer modificação nas configurações da verificação. A tecnologia iSwift é um avanço da tecnologia iChecker do sistema de arquivos NTFS.

    • Tecnologia iChecker.

      Esta tecnologia permite aumentar a velocidade de verificação, excluindo determinados arquivos da verificação. Os arquivos são excluídos da verificação usando um algoritmo especial que considera a data de lançamento dos bancos de dados do Kaspersky Endpoint Security, a data da última verificação do arquivo e qualquer modificação nas configurações da verificação. A tecnologia iChecker tem algumas limitações: ela não funciona com arquivos grandes e se aplica somente a objetos com uma estrutura reconhecida pelo aplicativo (por exemplo, EXE, DLL, LNK, TTF, INF, SYS, COM, CHM, ZIP e RAR).

    Só é possível ativar as tecnologias iSwift e iChecker no Console de Administração (MMC) e na interface do Kaspersky Endpoint Security. Não é possível ativar essas tecnologias no Kaspersky Security Center Web Console.

  4. Desative a verificação de arquivos protegidos por senha.

    Caso a verificação de arquivos protegidos por senha estiver ativada, um prompt de senha será exibido antes que o arquivo seja verificado. Como é recomendado que a tarefa seja agendada durante o horário ausente, o usuário não poderá inserir a senha. É possível verificar os arquivos protegidos por senha manualmente.

Verificação de malware nos servidores

Configure a tarefa de Verificação de malware de acordo com as seguintes recomendações:

  1. Configure a programação ideal de verificação do computador.

    É possível configurar a tarefa para ser executada quando o computador estiver operando com carga mínima. Por exemplo, é possível configurar a tarefa para ser executada à noite ou nos finais de semana.

  2. Ativar as tecnologias iSwift e iChecker.
    • Tecnologia iSwift.

      Esta tecnologia permite aumentar a velocidade de verificação, excluindo determinados arquivos da verificação. Os arquivos são excluídos da verificação usando um algoritmo especial que considera a data de lançamento dos bancos de dados do Kaspersky Endpoint Security, a data da última verificação do arquivo e qualquer modificação nas configurações da verificação. A tecnologia iSwift é um avanço da tecnologia iChecker do sistema de arquivos NTFS.

    • Tecnologia iChecker.

      Esta tecnologia permite aumentar a velocidade de verificação, excluindo determinados arquivos da verificação. Os arquivos são excluídos da verificação usando um algoritmo especial que considera a data de lançamento dos bancos de dados do Kaspersky Endpoint Security, a data da última verificação do arquivo e qualquer modificação nas configurações da verificação. A tecnologia iChecker tem algumas limitações: ela não funciona com arquivos grandes e se aplica somente a objetos com uma estrutura reconhecida pelo aplicativo (por exemplo, EXE, DLL, LNK, TTF, INF, SYS, COM, CHM, ZIP e RAR).

    Só é possível ativar as tecnologias iSwift e iChecker no Console de Administração (MMC) e na interface do Kaspersky Endpoint Security. Não é possível ativar essas tecnologias no Kaspersky Security Center Web Console.

  3. Desative a verificação de arquivos protegidos por senha.

    Caso a verificação de arquivos protegidos por senha estiver ativada, um prompt de senha será exibido antes que o arquivo seja verificado. Como é recomendado que a tarefa seja agendada durante o horário ausente, o usuário não poderá inserir a senha. É possível verificar os arquivos protegidos por senha manualmente.

Kaspersky Security Network

Para melhorar a proteção do computador, o Kaspersky Endpoint Security usa dados recebidos de usuários em todo o mundo. O Kaspersky Security Network foi criado para obter esses dados.

A Kaspersky Security Network (KSN) é uma infraestrutura de serviços em nuvem que permite o acesso à Base de Dados de Conhecimento on-line da Kaspersky, que contém informações sobre a reputação de arquivos, recursos da Web e software. O uso dos dados do Kaspersky Security Network assegura rapidez nas respostas do Kaspersky Endpoint Security a novas ameaças, melhora o desempenho de alguns componentes de proteção e reduz a probabilidade de falsos positivos. Se você faz parte da Kaspersky Security Network, os serviços KSN fornecem ao Kaspersky Endpoint Security informações sobre a categoria e a reputação dos arquivos verificados, bem como informações sobre a reputação dos endereços da Web verificados.

Edite as configurações do Kaspersky Security Network de acordo com as seguintes recomendações:

  1. Desative o modo KSN estendido.

    O modo KSN estendido é um modo no qual o Kaspersky Endpoint Security envia dados adicionais para a Kaspersky.

  2. Configurar a Kaspersky Private Security Network.

    A Kaspersky Private Security Network (KPSN) é uma solução que permite aos usuários de computadores que hospedam o Kaspersky Endpoint Security ou outros aplicativos da Kaspersky obtenham acesso aos bancos de dados de reputação da Kaspersky, além de outros dados estatísticos sem fazer o envio de dados para a Kaspersky a partir de seus próprios computadores.

  3. Ativar modo na nuvem.

    O Modo nuvem refere-se ao modo operacional do aplicativo no qual o Kaspersky Endpoint Security usa uma versão simplificada dos bancos de dados de antivírus. A Kaspersky Security Network oferece suporte ao funcionamento do aplicativo quando bancos de dados de antivírus leves estão em uso. A versão leve dos bancos de dados de antivírus permite usar aproximadamente metade da RAM do computador que, de outra forma, seria usada nos bancos de dados comuns. Se você não participa da Kaspersky Security Network ou se o modo de nuvem está desativado, o Kaspersky Endpoint Security faz o download da versão completa dos bancos de dados antivírus dos servidores da Kaspersky.

Este artigo foi útil?
O que podemos melhorar?
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.
Agradecemos o seu comentário! Ele nos ajuda a melhorar.